Rap do Yuu Otosaka - Charlotte







LETRA:

//
Se eu penso, logo existo
Se existo, posso ser quem eu quiser
Uma alma que invade o corpo, doença que não se cura
Ceifador caolho se mantem de pé

Se eu penso, logo existo
Se existo, sou humano e posso falhar
Mais a verdade nas folhas, simboliza o afeto
um brilho de uma memória pra onde vou voltar
//

Pergunta que não se cala, é tão inconsistente
Será que eu sou o único a ser tão diferente
Um poder tão incomum, um tanto problemático
Mais posso utilizá-lo para uns fins matemáticos

E bem caculado, pra mim é merecido
Vou tirar vantagem do que me foi concedido
egocentrismo e egoismo, o topo da parada
agora só me falta a garota mais desejada

Revelado, minha verdade foi exposta
Pra não ser desmascarado a opção é dar o fora
Foi tudo pelo ralo, não tem mais como fujir
julgado e capturado, só me resta desistir

Como assim? Existem outros iguais a mim?!
Uma doença que na adolescência vai se refundir
Compreendi, daqui pra frente vou viver assim
...Com os olhos na mira, focada no alvo
evitando a morte e um trágico fim...

//
Se eu penso, logo existo
Se existo, posso ser quem eu quiser
Uma alma que invade o corpo, doença que não se cura
Ceifador caolho se mantem de pé

Se eu penso, logo existo
Se existo, sou humano e posso falhar
Mais a verdade nas folhas, simboliza o afeto
um brilho de uma memória pra onde vou voltar
//

A inveja consome, e as pessoas se tornam tão más
Colapso, tragedia, desastre que não da pra salvar
Morte familiar, e eu não pude fazer nada
Perder quem nós amamos, destroça a nossa alma

Um mundo de falhas, e eu sou o maior erro
Agora só me resta viver com meus pesadelos
Cada vez afundando, o epílogo da trama
...Até chegar no obscuro, 
e ser salvo por uma alma santa...

Existe esperança, de restaurar o passado
Criar um novo futuro, com quem amo ao meu lado
Mais a realidade é dura e te odeia
Te da a felicidade, depois toma e a incendeia

Inunda o coração, a tristeza e a dor
Pra salvar o mundo, devo ser o pecador
E me responsabilizar por todos os pecados
Eu prometo voltar 
...depois que curar o mundo desse fardo...

//
Se eu penso, logo existo
Se existo, posso ser quem eu quiser
Uma alma que invade o corpo, doença que não se cura
Ceifador caolho se mantem de pé

Se eu penso, logo existo
Se existo, sou humano e posso falhar
Mais a verdade nas folhas, simboliza o afeto
um brilho de uma memória pra onde vou voltar
//






Obrigado por visitar nosso site! #VemPraRaplay